Home | Blog

Blog

Redes sociais entram no foco da Webtrends

 

Moacir Drska | De São Paulo

As redes sociais ainda não provaram que têm um modelo de negócio lucrativo, mas antes mesmo disso um novo mercado de produtos e serviços vem se fortalecendo em torno dessas mídias.

A americana Webtrends é uma das empresas a seguir esse caminho. Especializada no desenvolvimento de softwares que permitem mensurar o impacto de ações de marketing na internet, a companhia está ampliando seu campo de análises com a incorporação de dados referentes às redes sociais.

Segundo Sean Browning, diretor de parcerias da Webtrends para América Latina, Ásia e Pacífico, a aposta está sendo impulsionada pelo crescimento das campanhas realizadas nessa esfera e pela consequente necessidade das empresas medirem o resultado dessas iniciativas. "Sites como o Facebook estão desafiando o Google na publicidade on-line porque reúnem em um só lugar meios para que uma empresa se aproxime e mantenha o consumidor envolvido com sua marca", diz Browning.

Além de um sistema específico para o Facebook, o executivo conta que a Webtrends está investindo na análise dos conteúdos acessados por dispositivos móveis. Recentemente, a empresa fechou um acordo com a Research in Motion (RIM) para que os aplicativos para o BlackBerry sejam monitorados por seus sistemas.

Browning ressalta que dentro do conceito batizado de "inteligência digital", já é possível coletar e integrar desde dados de audiência de um site até traçar um perfil detalhado de um usuário e seu nível de interação com uma marca. "As aplicações são variadas", diz.

Ele cita o exemplo do " The New York Times ", cliente da Webtrends, que usa o sistema para identificar as notícias mais lidas em seu site e o modelo de celular pelo qual o conteúdo foi acessado.

No Brasil, o grupo Santander adota o software para analisar sua intranet e verificar, por exemplo, quantos funcionários acessaram informações relacionado a um novo produto.

Com cerca de 120 clientes no Brasil - especialmente no segmento de empresas de comércio eletrônico - a Webtrends elegeu o país como um de seus mercados estratégicos para os próximos anos, diz Browning.

Segundo o executivo, no ano fiscal encerrado em junho, a empresa cresceu 47% no país. A expectativa para o exercício atual é de crescer 55%. Para atingir essa meta, Browning diz que o foco da Webtrends será em empresas de grande porte nas áreas de finanças, seguros, saúde e telecomunicações.

O volume de investimentos previsto não é revelado. Uma das prioridades, diz o executivo, será o treinamento dos profissionais da CLM, distribuidor da Webtrends no país. "Nossos clientes, que estavam nos departamentos de tecnologia da informação, agora estão no marketing e temos que preparar nossos parceiros para falar com esse novo público".

Fonte: Jornal Valor Econômico - 17/02/2011

CLM | Technology & Relationship | Value Added Distributor

Para mais informações ligue +55-11-2125-6256 ou envie um
email para clm@clm.com.br

Pin It on Pinterest